a


Don’t _miss

Wire Festival

 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nullam blandit hendrerit faucibus turpis dui.

O que você está procurando?

>Notícias

2019 marca os 20 anos de atuação da ABCR – Associação Brasileira de Captadores de Recursos e a 11ª edição do Festival ABCR. E, para falar sobre a importância da atuação da associação e de suas iniciativas, entrevistamos a presidente do Conselho da ABCR, Márcia Kalvon Woods.

 

Sob o tema O Futuro da Captaçāo de Recursos no Brasil do Futuro, a 11ª edição do Festival ABCR, que acontece em São Paulo, entre 09 e 11 de junho de 2019, será divulgada para as 800 mil organizações da sociedade civil brasileira e a expectativa é de reunir mais de 600 participantes, superando as edições anteriores. O Festival tem o objetivo de debater e trocar conhecimento sobre como mobilizar mais recursos para as organizações e projetos sociais.

Para comentar sobre as duas décadas de atuação da Associação e a importância de suas iniciativas, como o Festival, maior conferência de captação de recursos da América Latina e uma das principais no mundo, entrevistamos a presidente do Conselho da ABCR, Márcia Kalvon Woods.

 

CONFIRA A ENTREVISTA:

Festival ABCR: Em 2019  a ABCR – Associação Brasileira de Captadores de Recursos completa 20 anos. Como começou essa jornada?

Márcia Kalvon Woods: A ABCR surgiu há 20 anos por iniciativa de um grupo de pessoas, que trabalhavam com a mobilização e captação de recursos para organizações e projetos socioculturais e ambientais. A motivação deles em se unir e fundar a associação foi para promover o desenvolvimento da profissão e sua conduta ética. Assim, o primeiro feito da ABCR e a primeira conquista foi a criação do Código de Ética para a pratica da profissão, que traz princípios e valores para um boa conduta que versa pela legalidade, respeito para com o doador, transparência, remuneração e sua atuação dentro das organizações da sociedade civil (OSCs).

O código de ética é a referência do setor no Brasil e foi criado por diversas pessoas. E, no ano passado, cocriamos e somos signatários da Declaração Internacional de Princípios Éticos na Captação de Recursos (https://captadores.org.br/o-profissional/declaracao/), documento compartilhado por diversos países e muito necessário neste mundo globalizado. E importante destacar, ainda, que o Brasil está alinhado e em consonância com as boas práticas internacionais para a captação de recursos.

 

Festival ABCR: Nesse contexto, como surgiu o Festiva ABCR?

Márcia Kalvon Woods: Surgiu há 11 anos com a necessidade de ter uma espaço focado no tema para os profissionais trocarem experiências e se relacionarem. E nasceu com uma proposta inovadora: de cocriação de uma agenda no dia do evento. Eu estava lá, vi acontecer, era palestrante, foi ousado, poderia ter dado errado, mas deu muito certo. Deu tão certo que o Festival está hoje em sua 11ª edição e cada vez mais vibrante. Na última edição do Festival, realizada em 2018, em São Paulo, tivemos mais de 500 participantes, com sessões dos mais variados temas para os diferentes níveis de conhecimento, ou seja, o evento atende às expectativas desde o iniciante até o mais experiente no segmento.

E como são sete sessões simultaneamente, o participante pode fazer sua própria trilha. O cocriação foi adaptada na forma de faze-la, mas sua essência foi mantida e para mim este é o segredo do sucesso. Há um edital de propostas com profissionais da área propõe sessões e um comitê científico faz a seleção criteriosa das propostas.  . Ou seja, é uma reunião de pares desde a concepção. É esta grande rede de profissionais dispostos a compartilhar conhecimento e experiências que proporciona o desenvolvimento de todos.

 

Festival ABCR: De que forma a ABCR tem chamado a atenção da sociedade para a doação e a sua importância?

Márcia Kalvon Woods: O amadurecimento da ABCR, em duas décadas de existência, significa também o amadurecimento do setor. E nosso portfólio de projetos reflete isso. Hoje entendemos que não basta olhar apenas para o profissional e o desenvolvimento de sua prática, mas também para o ecossistema que ele está inserido.

Por isso, a ABCR nos últimos anos tem se envolvido em ações de advocacy, com o objetivo de mobilizar a sociedade para a doação, , além de iniciativas para a melhoria de um ambiente regulatório que favoreça e facilite as doações.  Um exemplo destas ações é o Dia de Doar, lançado no Brasil, em 2013, pelo Movimento por uma Cultura de Doação, onde somos coordenadores da iniciativa. È um dia que celebra a doação, estimula as organizações a fazerem suas campanhas de mobilização de recursos e as pessoas a doarem. No passado, superou a expectativa, engajando mais de 21 milhões de pessoas por meio das redes sociais.

Essa visão de ecossistema também está inserida no Festival ABCR, iniciativa que conta com feira de fornecedores que podem apoiar e aperfeiçoar a gestão, comunicação e captação de recursos das organizações. Isso também foi uma marco para a ABCR e um avanço para o próprio setor, que hoje conta com soluções especiais para a captação e mobilização de recursos e não precisa mais adaptar ferramentas do mundo corporativo.

 

Festival ABCR: Como avalia a atual conjuntura do setor de captação no Brasil e o trabalho realizado pela ABCR? Nesse sentido, qual a importância do trabalho desenvolvido pela entidade?

Márcia Kalvon Woods: O Brasil atravessa diversas crises: ética, econômica, politica e, mais recentemente, para complicar um pouco mais o contexto, uma polarização nas visões de costumes sociais entre conservadores e liberais. E tudo isso, claro, afeta muito a captação de recursos, em diferentes frentes, tais como:  nos resultados financeiros, na empatia da população pelas nossas causas e pelo setor em si e até nos mecanismos e veículos existentes para a captação.

Um exemplo disso é o que aconteceu no ano passado com a mudança da plataforma de pagamentos bancários, com o objetivo de melhorar a segurança e evitar fraudes. Isso afetou muito as organizações que captam com indivíduos e boletos bancários. Com isso, um grupo de organizações se reuniu para estudar o assunto e fazer uma contraposta aos órgãos reguladores do sistema bancário e a ABCR serviu como organização representativa para levar o trabalho adiante. Por congregar diversas organizações e profissionais da área, a ABCR possui a legitimidade para representar nossa causa, a captação e mobilização de recursos.

Além disso, tem um outro aspecto não só da conjuntura do Brasil, mas da atualidade, que são os avanços tecnológicos que impactam nos costumes da sociedade, na forma de captar e doar e até de processar e gerir as doações. Para se manter atualizado com este avanços, é fundamental a participação no Festival ABCR, pois o evento abordará todas essas questões fundamentais para os profissionais que atuam no setor.

 

Festival ABCR: Qual a importância da 11ª edição do Festival quando relacionamos com os 20 anos atuação da ABCR? 

Márcia Kalvon Woods: Com esta visão mais ampliada da Captação de Recursos e de ecossistema, esta 11ª edição do Festival é um evento obrigatório, não só para os profissionais de captação, mas todos que atuam no setor. Não podemos pensar em um empreendimento ou projeto social, sem definir como ele será mantido.  Assim, os empreendedores sociais, os profissionais de investimento social e doadores devem,  não apenas se antenar nos temas relacionados à sua causa de interesse ou atuação, mas também de como esta iniciativa social poderá angariar apoiadores e recursos. E tudo isso é debatido no Festival ABCR.

 

Festival ABCR: Qual a importância de um evento como o Festival ABCR para o setor no Brasil, América latina e no mundo?

Márcia Kalvon Woods: É o maior da América Latina e uma referência para a comunidade global quando falamos em captação de recursos e formatos de engajamento nos mercados em desenvolvimento. Para o Brasil, é o único espaço de troca para os profissionais do setor discutir e aprender sobre captação e mobilização de recursos. E, a edição 2019, será realizado em um espaço novo, com maior oportunidade de integração, ou seja, é uma oportunidade imperdível.

 

SAIBA MAIS
Festival ABCR 2019
Data:
 09, 10 e 11 de junho de 2019
Local: Centro de Convenções Frei Caneca, São Paulo/SP
Mais Informações:  www.festivalabcr.org.br
Promoção e Organização: Sator 

 

QUER SABER MAIS SOBRE O FESTIVAL ABCR 2019? CLIQUE AQUI! 

CLIQUE AQUI E VEJA AS PALESTRAS CONFIRMADAS!  

 

NÃO PERCA TEMPO! CLIQUE AQUI E ISNCREVA-SE!

DESCONTO EXCLUSIVO ASSOCIADOS ABCR: os membros ABCR contam com desconto especial de 40%. Para solicitar o acesso ao benefício, entre em contato no e-mail: associado@captadores.org.br

2019 marca os 20 anos de atuação da ABCR – Associação Brasileira de Captadores de Recursos e a 11ª edição do Festival ABCR. E, para falar sobre a importância da atuação da associação e de suas iniciativas, entrevistamos a presidente do Conselho da ABCR, Márcia Kalvon Woods.   Sob o tema O Futuro da Captaçāo de Recursos no Brasil do Futuro, a 11ª edição do Festival ABCR, que acontece em São Paulo, entre 09 e 11 de junho de 2019, será divulgada

No último dia 13 de fevereiro, o Comitê Científico do Festival ABCR divulgou a primeira lista de palestras para a edição 2019 do evento, que acontece em São Paulo, entre os dias 09 e 11 de junho de 2019, no Centro de Convenções Frei Caneca. Inicialmente, foram selecionadas 35 palestras, por meio do processo de avaliação das propostas enviadas no edital de 2018.  Já a lista das masterclasses será divulgada no início de março  e a programação completa do Festival, em abril. Os

O Festival ABCR 2019, que será realizado nos dias 09, 10 e 11 de junho de 2019,  em São Paulo, irá debater sobre diferentes temas relacionados ao setor, tais como: o comportamento ético na captação de recursos, que será abordado na palestra do membro da AFP,  Roberto Soto Acosta.   Sob o tema O Futuro da Captação de Recursos no Brasil do Futuro, a maior conferência de captação de recursos da América Latina e uma das principais no mundo, deverá reunir mais

Em sua 11ª edição, o Festival ABCR, maior conferência de captação de recursos da América Latina e uma das principais no mundo, será realizado nos dias 09, 10 e 11 de junho de 2019, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo. Sob o tema O Futuro da Captaçāo de Recursos no Brasil do Futuro, o evento deverá reunir mais de 600 participantes. Iniciativa da ABCR - Associação Brasileira de Captadores de Recursos, o Festival ABCR 2019, maior conferência de

Para celebrar 10 anos de Festival, serão mais de 100 palestrantes que em três dias de evento se somarão aos 400 participantes para debate e trocar conhecimento sobre como mobilizar mais recursos para as organizações e projetos sociais. Com o tema Sociedade em Movimento, Captar para Transformar colocamos em pauta os desafios e as oportunidades de se captar recursos em um contexto que ao mesmo tempo é tumultuado pelas crises políticas e econômicas brasileiras, mas tem avançado em técnicas e

PATROCÍNIO BRONZE

APOIO INSTITUCIONAL

REALIZAÇÃO

ORGANIZAÇÃO E PROMOÇÃO