A captação de recursos para filantropia no Brasil: Um estudo qualitativo com captadores da área da Saúde

Daniel Steagall, 30 anos, formado em Administração de Empresas pela EAESP-FGV, bacharel em Física pela USP, MBA em Kellogg School of Management (EUA) e mestrado em Administração de Empresas na EAESP-FGV. Líder de Projetos na consultoria estratégica BCG (Boston Consulting Group). Presidente da Diretoria Estatutária da ABRALE (Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia).

DESCRIÇÃO DA PALESTRA

Quais os desafios envolvidos na captação de recursos no Brasil? O que organizações têm feito para captar recursos? Quais práticas têm sido bem sucedidas? Quais têm fracassado? A sessão irá mergulhar nas complexidades e estratégias de captação de recursos, destacando aquelas que alcançaram sucesso e examinando as que não atingiram o objetivo esperado. Compartilharemos resultados e aprendizados de uma pesquisa acadêmica recente, baseada em entrevistas com líderes e captadores de organizações brasileiras na causa da saúde.

PALAVRAS-CHAVE
captação, captador, Saúde