Devida Diligência em Direitos Humanos (DDDH) para Projetos Culturais

Ingrid David é mulher cis negra. Comunicóloga, especialista em acessibilidade cultural e em Gestão de Marketing Digital. É também mestra de Políticas Públicas em Direitos Humanos e doutoranda em Filosofia. Há mais de 10 anos trabalha nas áreas da comunicação e da cultura. É gerente de Relacionamento na Baluarte Cultura, atuando diretamente em Patrocínios e Investimento Social Privado.

DESCRIÇÃO DA PALESTRA

A temática dos Direitos Humanos ainda é um desafio no setor cultural: relações de trabalho precarizadas, falta de segurança no trabalho, impactos negativos diretos e indiretos em comunidades vulnerabilizadas, cuidados com a saúde mental e fim das diversas formas de discriminação são alguns dos muitos temas que precisam amadurecer. O avanço da Agenda 2030, dos critérios ESG e da cidadania corporativa vem exigindo das relações de patrocínios cada vez mais responsabilidade – não apenas com a entrega dos projetos, mas especialmente sobre a forma de conduzir uma correta realização, sem oferecer riscos reputacionais e potencializando os impactos sociais positivos. Neste contexto, é um grande diferencial na jornada de captação de recursos transmitir com clareza e legitimidade a estratégia dos projetos culturais para garantia dos Direitos Humanos.

PALAVRAS-CHAVE:
Direitos Humanos; Agenda 2030; ESG..